terça-feira, 24 de abril de 2012

Fundo do mar

Mar:
Conhecemos 250 mil espécies marinhas, mas calcula - se que o número de seres vivos que habitam os oceanos seja 4 mil vezes maior
Ou seja, estamos bem longe de apreciar 1.300.000.000 de quilômetros cúbicos de água. Enquanto isso,veja aqui metro por metro o que já sabemos sobre esse mistério que é o fundo do mar...  
A maior parte do planeta está debaixo d'água: 70% da superfície, para ser exato.É muita coisa. Não é à toa que se diz que conhecemos mais sobre a superfície da lua do que sobre o fundo do mar. Há mais coisas dentro do oceano do que animais fantásticos e batalhas pela sobrevivência: são naufrágios históricos, submarinos superpotentes e chaminés submersas onde o calor chega a 400º C. é preciso ter fôlego para enfrentar a descida que vai para a parte mais rasa, onde vivemos crustáceos que purificam o ar que você respira, até as depressões mais profundas da Terra. No caminho mar abaixo, a luz fica mais rara, a temperatura e a pressão chegam a níveis insuportáveis e novos ecossistemas aparecem. É como se o oceano fosse um prédio e cada andar fosse ocupado por famílias, moveis diferentes. Mergulhe com os curiosos neste mundo desconhecido as profundezas do oceano. Abaixo terá informações por ordem de profundidade, as informações serão: profundidade, nome e características.  

10m Alga - marinha
Onde há raios solares, há algas marinhas. Na hora de produzir oxigênio, ela são 2 vezes mais eficazes que todas as florestas do mundo juntas. 






10m Copépodes

Copépodes, crustáceos de 2 milímetros, são os seres mais eficientes para reduzir o Co2. Eles recolhem 2 bilhões de toneladas por ano 1/3 da quantidade emitida no mundo. 


30M Caranguejo aranha - gigante
Como você pode ver ele é gigantesco, se encontra perto da superfície, apenas 30m abaixo. 



40m Baleia azul
Uma baleia azul pode comer até 2 toneladas de Krill por dia. Como esses crustáceos flutuam em cardumes perto da superfície, é aqui que vive o maior animal do mundo. 

60m Tartaruga Verde
 A Tartaruga Verde possuí o casco castanho esverdeado ou acinzentado com cerca de 1,20 metros de comprimento e pesa em média 250 quilos, podendo atingir até 350 e alimenta-se exclusivamente de algas. Pode ser vista, com relativa facilidade, ao longo de todo o litoral brasileiro.
60m Krill
Há Krill em todos os oceanos mas nada se compara ao que tem no mar de Antártida. Todo Krill existente lá forma uma biomassa de 500 milhões de toneladas


65m Tubarão Branco
O tubarão branco não gosta de águas frias e distantes da praia. Prefere as plataformas continentais - até 80 km da costa - onde há mais luz e mais vida e é claro mais alimento.



130m Golfinho comum
O golfinho é conhecido pela sua beleza e candura, acreditasse que afastam os tubarões, e muitas pessoas afirmar ter sido salvos por golfinhos, em situações com tubarões ou em situações de afogamento.



140m Sardinhas

Sardinhas preferem águas rasas. Quanto maior a profundidade menos alimento disponível, e menores serão os cardumes, o que os torna mais vulneráveis aos predadores.



160m Peixe palhaço
Peixes palhaços são conhecidos principalmente pelo filme NEMO, eles moram em anemôneas, onde se escondem porém este não é um peixe que é muito forte por isso é muito vulnerável aos outros.  


175m Medusa da lua
Você pode estar se perguntando o que é uma medusa da lua então olhe a foto ao lado e veja se consegue descobrir, isto é uma água viva presente em todos oceanos com o corpo quase todo transparente. Cuidado para não encontrar uma dessas.


190m Polvo comum
O polvo-comum é a espécie de polvo melhor conhecida, pelo seu interesse biológico e comercial. A sua capacidade para se confundir com o substrato onde se encontra, variando a cor e a textura da sua pele, torna-o um verdadeiro mestre do disfarce. 



190m Raia pintada
Possui uma boca no inferior da cabeça com dentes serrilhados, para capturar a presa fica debaixo da terra, até ela chegar, quando chega a raia da um bote preciso e certeiro, a segura e depois se delicia.  



450m Blobfish

Sim ele tem exatamente esta cara, se você procurar no Google esta é a sua melhor imagem, porque eta bicho mais feio.





450m Peixe lanterna

Este peixe, durante o dia vai até 1500m só a noite ele vai mais para o raso, sem varia por ter pequenos órgãos capazes de produzir luz.



800m Enguia europeia

Esta enguia vive entre os 400 aos 800m e esta aqui porque a temperatura é perfeita para a reprodução. E taí um assunto que ela entende: cada fêmea pode chegar a botar 1.000.000 ovos. 



800m Atum papudo

O sistema vascular do atum papudo permite que ele viva e temperaturas baixas o que facilita a migração. Apesar de estar a mais de 500m de profundidade não escapa da pesca: algumas espécies estão seriamente ameaçadas de extinção.



800m Tubarão negro
Os Tubarões negros são encontrados em margens de Recifes e é um dos maiores tubarões que habitam os mares do Texas.
O maior tamanho encontrado foi de 3,5 metros.Sua cor é cinza muito escuro e seus dentes são extremamente afiados.


1500m Baleia Orca

Como vimos em Free Willy, as baleias assassinas não são perigosas para os humanos. Mas debaixo d' água elas topam tudo por comida caçam em grupos e comem até tubarões




2300m Baleia Cachalote

As cachalotes são conhecidas graças a Moby Dick. A fama é merecida estas baleias chegam aos 3000m de profundidade e podem ficar 90 minutos sem respirar.






2900m Lula colossal

O maior molusco do mundo só foi encontrado depois de ser visto uma cachalote na superfície com enormes tentáculos no estômago. Ele realmente é discreto precisa apenas de 30 gramas por dia. 


4000m  Peixes abissais
Não há luz que atravesse 4000m de água. Quando a comida é escassa não pode ter concorrência, cada um tem sua própria luz natural para se guiar nas profundezas.


Em cima é a imagem do peixe diabo - negro, da para perceber o porque do nome, é o mesmo do Nemo. 4500m
Ao lado é um Peixe víbora, não teria nome melhor... 5000m



 
5400m Camarões 
Os camarões das profundezas são vermelhos porque aqui ninguém enxerga esta cor - a primeira do espectro de luz filtrada pela água.



6500m Plânctons
Nas profundezas quase não há comida. Por isto os bichos aqui se alimentam dos restos, que "chovem" até eles ou praticam canibalismo

             



0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe e Comente

fãs
seguidores
artigos
comentários

Social Icons

Novidades: sempre

Novidades: sempre

Teste Teste Teste

Fill out my online form.

Compartilhe


Fish

Casa dos curiosos

Postagens populares